Skip to main content
Novidades

Olimpíadas 2024: a disputa das marcas pelo pódio na sua memória

Uma das certezas que temos nessa vida, é a de que a dupla criatividade e esporte andam bem juntinhas.

Ou você acha que a abertura das Olimpíadas, por exemplo, é um espetáculo apenas porque é bonito de se ver? Pode até ter começado assim, mas, cada vez mais, as performances envolventes cativam as pessoas. Tem toda uma experiência em torno do evento. Nesse caso, nada é por acaso. É criatividade.

Acertaram na lata!

Falando em Olimpíadas…

Quando você pensa na França, provavelmente a primeira coisa que vem à sua mente é a Torre Eiffel. Acertamos? Se não, finge que sim e ajuda a gente no storytelling.

Esse ícone contemporâneo é o principal ponto turístico do país. E, obviamente, não ficaria de fora das ações envolvidas nas Olimpíadas de Paris.

No início do ano, o Comitê Organizador dos Jogos de Paris 2024 lançou o design das medalhas olímpicas e paralímpicas. Poderiam ser medalhas como outras quaisquer, mas resolveram ir além e proporcionar uma experiência diferenciada aos atletas: quem subir ao pódio, vai ganhar uma medalha com fragmentos de ferro da Torre Eiffel.

Eles vão levar pra casa um pedaço da história. Esses fragmentos são heranças das reformas do século XX, preservados até hoje.

Demais, né?! Isso é criatividade!


Olimpíadas das marcas

E como nos jogos olímpicos a competição é acirrada, entre as marcas mundiais não é diferente. Uma disputa gostosa de ver, apreciar e se emocionar.

Paris 2024 conta com mais de 60 patrocinadores globais, sendo a maioria de empresas francesas, como Decathlon, Air France e Carrefour – que levará clientes para assistir aos jogos direto da capital francesa por meio de uma ação promocional.

O time de parceiros globais, que conta com Airbnb, Coca-Cola, Samsung e outros, deve render um total de € 470 milhões (R$ 2,4 bilhões). Uma grana considerável, né?!

A Samsung, parceira Olímpica e Paralímpica, foi além e lançou a iniciativa “Open Always Wins”, que traz a inauguração do espaço Olympic rendez-vous Samsung, projetado para celebrar a abertura a novas perspectivas e possibilidades por meio de ilusões óticas.

O vídeo da campanha focou nessas ideia de mudanças por meio de interações entre os atletas e a câmera.


O time Brasil tá fazendo golaço!

Já o time de patrocinadores do Brasil, com o recorde de 20 marcas, está escalado da seguinte forma para as Olimpíadas: Vivo, Azul, Havaianas, Subway, Riachuelo, Medley, Águia Branca (poca tudo, capixabas!) e vários outros.

A Vivo tá ligadíssima nas trends e mandou logo um comercial com ninguém mais, ninguém menos que Rayssa Leal, nossa fadinha do skate. Trouxeram a narrativa de uma garota num esporte antes predominantemente masculino, e fizeram a conexão desse cenário com o uso de Inteligência Artificial. Imagina um VT lindo!


A Águia Branca realizou um concurso cultural para escolher a arte que estampará um dos ônibus do Time Brasil. Além disso, o ganhador embolsou R$ 5 mil.

E a Azul, companhia aérea oficial do Brasil nas Olimpíadas, trouxe o conceito “Time que voa”, fazendo analogias entre esportes e a aviação, dando protagonismo a diversos atletas.


Viu? Criatividade e esportes estão sempre juntos.

E por falar nisso, como tá a sua torcida por aí?

Por aqui, já nos encontramos em completo estado de torcida canarinho

Vem ler outros conteúdos sobre marcas e estratégias em eventos importantes:

The Town

Oscar

Barbie – O Filme

Fontes: B9; meio&mensagem; olimpíada todo dia; Mkt esportivo.

Chuva Comunicação Viva.